A mulher e o períneo

30/10/2011

Aprendendo a contrair

Filed under: Consciência perineal — A mulher e o períneo @ 5:34 pm

Vimos semana passada que utilizamos o períneo voluntariamente em diversas situações do cotidiano, e nem sabíamos.

Vamos tentar agora realizar essas contrações voluntárias para ganhar mais consciência dessa musculatura.

Muito bem, eu sei que uso esses músculos quando tento segurar o pum. É por aqui que vamos começar. Faça de conta que está com gases e quer segurar o pum. Vamos lá, tente!

 

Mas como saber se estou fazendo corretamente se eu não consigo ver os músculos ?

Vamos prestar atenção na figura abaixo. Nessa região entre a vagina e o ânus, com uma linha imaginária em azul, encontra-se o centro tendíneo do períneo. Quando realizamos a contração do períneo essa região move para dentro e isso nós conseguimos ver. Quando relaxamos a região volta à posição anterior.

perineo com fonte

Então quando você for tentar contrair como se estivesse segurando um pum vai saber se está fazendo corretamente se o local entre a vagina e o ânus estiver se movendo para dentro (ou para cima, em direção à cabeça) e quando você relaxar dá pra ver este local voltar para baixo (em direção ao pé). É um movimento suave, mas totalmente capaz de ser visualizado.

 

Você pode começar tentando deitada com as pernas dobradas. Nessa posição você estará relaxada. Faça movimento como se fosse segurar o pum e tente sentir a região entre o ânus e a vagina “indo pra dentro”.

contração perineo com fonte

 

Você consegue vizualiar a contração em frente a um espelho.

consciencia com fonte

Sem roupa, sente em frente a um espelho e localize primeiramente a vagina e o ânus. Depois preste atenção na região entre eles e realize uma contração como se fosse segurar um pum. Veja se essa região vai pra dentro. Ao relaxar preste atenção se está voltando à posição anterior.

Essa contração, quando bem efetuada é possível de ser vista até mesmo com roupa leve.

 

Uma outra maneira de perceber a contração é através do tato.

Coloque a mão na região entre o ânus e vagina e realize a contração como se estivesse segurando um pum. Ao contrair você vai sentir essa região indo para dentro e ao relaxar voltando para baixo. Dá para sentir sem roupa ou com uma roupa leve.

 

 

 

 

 

 

Você também pode introduzir o dedo indicador dento da vagina e realizar a contração.

consciencia 2 com fonte

 

 

Realizar a contração em superfícies que ficam em contato com o centro tendíneo do períneo, como na bola ou na beira de uma cadeira,  facilita a sua percepção.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Quando você contrai o períneo o contato da superfície que você está sentada com a região faz com que fique mais fácil você sentir que está indo para dentro.

 

Como o períneo é composto por uma musculatura que não estamos acostumados a prestar atenção e contrair como exercício é comum as pessoas não saberem fazer esse movimento de segurar o pum adequadamente, e acabarem utilizando outras musculaturas. É comum contrair os glúteos (músculos da bunda), os adutores (músculos internos da coxa) e os abdominais (músculos da barriga), o que deve ser evitado.

 

Assim, procure sempre um bom profissional especializado em uroginecologia antes de iniciar exercícios de assoalho pélvico.

Boa semana a todos.

Deixe um comentário »

Nenhum comentário ainda.

RSS feed for comments on this post. TrackBack URI

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Crie um website ou blog gratuito no WordPress.com.

%d blogueiros gostam disto: